29 novembro 2008

10 novembro 2008

Que horas serão?

Que horas serão, se faltam do dia a terça parte das horas que já passaram?

Lei Quadro das Nacionalizações

As últimas noticias dão conta de salários em atraso no Estrela da Amadora... Este facto já mereceu comentários do primeiro-ministro. Segundo José Socrates, o Estrela da Amadora será nacionalizado!

É isto meus amigos, depois de vender Magalhães, em plena cimeira Ibero-Americana, de nacionalizar um banco para encobrir o camarada Vitor Constâncio... o Estrela vai ser nacionalizado.

09 novembro 2008

05 novembro 2008

2 Pesos, 1 Medida.

A última vez que o tivemos noticia de uma redução da taxa de desemprego, o governo saltou de contentamento e afirmou que as suas politicas estavam a dar resultado.

A última vez que saíram noticias do péssimo estado em que se encontra a nossa Economia (a curto/médio/longo prazo), a culpa foi da crise internacional.

Nas últimas eleições dos Açores, para o primeiro ministro José Pinto de Sousa, o resultado deu indícios da tendência de voto para as eleições que se avizinham.

Nas últimas eleições da Madeira, o primeiro ministro José Pinto de Sousa, não teceu qualquer comentário.

É preciso dizer aqui que o ministro da Economia já tinha anunciado em alto e bom som, o fim crise?

Step by step

Há mudanças constantes e desesperantes... angustiantes!

Agora espero, calmamente!

Não tenho a mínima dúvida que se for preciso dou o passo em frente, apenas preciso de um empurrão(zinho)!

01 novembro 2008

Think Global

... Act Global!


Não podia ser mais verdade, nem mais consistente com a realidade portuguesa.


Sempre que queremos promover o nosso país, o nosso património, acabamos sempre por referir o povo aventureiro, capaz de se adaptar às maiores adversidades, persistente e altamente qualificado. É a nossa história, a nossa sina... lá fora!


Act global!


Espanta-me o facto das regiões do interior nada fazerem para motivar as pessoas (jovens, na sua maioria), que saem do local onde cresceram para adquirir mais conhecimento - e potenciar as suas competências - a contribuir ainda durante a sua formação académica para o crescimento da sua terra.


Espanta-me o facto das entidades locais não procurarem conhecer a opinião destes jovens sobre a sua terra. Espanta-me o facto de as pessoas acreditarem que a sua opinião só é válida após a certeza de que podem contar com alguns votos.


Espanta-me o facto de, apesar do evidente alheamento dos jovens da política, o rumo (de quem manda), ser o mesmo.


Act local!


Num altura em que a palavra Networking é quase uma ferramenta de trabalho, já alguém pensou em utilizá-la para o lobby da nossa cidade? Ou vamos continuar a jogar por partidos, por cores? por arranjinhos e intrigas, quando temos profissionais altamente qualificados a "vender" as suas ideias lá fora.


Think Global and Act Local. Think Global, Think Local... but act local!
A todos os que estão no StarTracker, juntem-se ao grupo de Estremoz. Promovam o debate!